Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180 (31) 3273-2486

Entenda as diferenças entre o Cabeamento Cat6 e Cat6A

cabo vermelho perto de cabos azuis conectados
13

Maio 2019

Por:Via Networks
cabeamento estruturado | cabeamento UTP | redes

Este artigo pretende ajudar o gestor de TI a entender as principais diferenças entre o cabeamento CAT6 e CAT6A. Faça a análise considerando a necessidade da empresa, poder de investimento e pensamento no futuro. Afinal, sabemos que a tecnologia tem evoluído rapidamente e é preciso garantir uma infraestrutura sustentável ao longo dos anos.

Ao construir ou substituir a infraestrutura de rede, é fundamental conhecer as opções de cabos disponíveis no mercado. Afinal, esses são elementos que interferem diretamente na velocidade e qualidade na transmissão de dados. Nesse quesito, o cabeamento cat6 e sua evolução, o cabeamento cat6A, têm se tornado uma ótima opção nos projetos corporativos.

Confira neste artigo as diferenças entre esses dois cabos e como saber qual a escolha ideal para a infraestrutura do seu projeto.

Outros artigos relacionados ao tema:
Cabeamento UTP e suas aplicações
Entenda as especificações e vantagens do cabo CAT8
Revisão da norma ANSI/TIA 568-D
Cabeamento estruturado: normas e tipos de cabos 
Cabeamento estruturado em edifícios comerciais
5 Benefícios do cabeamento estruturado
Bens tombados: como fazer a troca do cabeamento estruturado

Os Cabos de Rede e a Velocidade da Conexão

Antes de mais nada, é importante entender bem o papel que o cabeamento pode exercer na qualidade da rede. Esses cabos são classificados em categorias (de 1 a 7), conforme a frequência. Essa característica define a taxa máxima de velocidade na transmissão de dados que o cabeamento suporta, bem como a taxa de interferência.

Eles evoluíram com o tempo, de modo que algumas categorias já não são mais utilizadas no mercado:

  • Categorias 1, 2 e 4: já se tornaram obsoletas e por isso não são mais fabricadas nem reconhecidos pela TIA (Telecommunications Industry Association);
  • Categoria 3: ainda utilizada em redes de telefonia fixa;
  • Categoria 5: é o mais antigo e lento. Suporta velocidades entre 10 Mbps e 100 Mbps e frequências de no máximo 100 MHz, mas provavelmente não os encontrará no mercado. Os cabos 5e são os mais comuns atualmente, mas eles estão em processo de substituição pelos cabos categoria 6 e categoria 6A, que podem ser usados em redes de 10 gigabit;
  • Categoria 5e: evolução do anterior que suporta velocidades que ultrapassam 1 Giga, em frequências de até 150 MHz;
  • Categoria 6: suportam freqüências de no máximo 250 MHz. Além de serem usados em substituição dos cabos cat 5 e 5e, eles podem ser usados em redes 10 gigabit, mas nesse caso o alcance é de apenas 55 metros;
  • Categoria 6A: (“a” de “augmented”, ou ampliado) suportam frequências de no máximo 500 MHz e utilizam um conjunto de medidas afim de reduzir a perda de sinal e tornar o cabo mais resistente a interferências;
  • Categoria 7: embora não exista no sistema de normatização americano (ANSI/TIA), estão presentes na ISO/IEC 11801:2002 e ABNT NBR 14565:2007. Suporta tráfego de até 100 Gigabits (até 100 metros de distância) e frequência de até 600 MHz.

Na a maioria das aplicações, o cabo Cat6 será o suficiente. Em caso de distâncias maiores e em locais sujeitos a interferências, é recomendável o cabeamento cat6A.

As Principais Diferenças entre o Cabeamento Cat6 e o Cabeamento Cat6A

O padrão Cat6 é construído com pares enrolados com maior força. Entre os pares, há divisões de Nylon, que reduzem consideravelmente a interferência. São usados em redes com velocidades de até 1 Gigabit e um alcance de até 55 metros.

O cabeamento Cat6A é um aprimoramento do seu antecessor, suportando taxas de transferência de até 10 Gbps com taxa de frequência máxima de 500 MHz. Portanto, as principais diferenças são:

  • O Cat6A pode atingir 10 Gbps, e o Cat6 somente atinge velocidades de 1 Gbps;
  • Por causa do Nylon, o Cat6 tem maior espessura e maior rigidez;
  • O CAT6A tem o dobro da largura de banda;
  • É mais resiste ao Alien Crosstalk;
  • Apresenta custos mais altos.
Cabo CAT 6 Azul Furukawa

Cabo CAT 6 Azul Furukawa

 

Cabo CAT 6A Cinza Furukawa

Cabo CAT 6A Cinza Furukawa

 

A Melhor Escolha

A decisão de qual tipo de cabeamento é o mais adequado vai depender das necessidades atuais e futuras da sua empresa. É preciso levar em conta o tempo de vida útil da instalação e do prédio, qual crescimento se espera do negócio nos próximos anos, nível de orçamento etc. Mas é bom lembrar que é possível combinar os dois cabeamentos. Por exemplo, usar o Cat6 na infraestrutura em geral e o Cat6A nos cabeamentos de servidores e backbones.

As tecnologias tendem a avançar e trazer soluções que garantem sempre um melhor custo-benefício às empresas, além de um desempenho satisfatórios nas operações. Por isso, conte sempre com uma empresa parceira em infraestrutura de TI, assim será possível determinar, com qualidade, o projeto mais adequado à infraestrutura de sua rede corporativa.

Quer saber como escolher a melhor opção em cabeamento estruturado para a sua rede?  Entre em contato com um especialista da Via Networks. Teremos o prazer em ajudar!

 

download Turn Key

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180

(31) 3273-2486

contato@via.eng.br

Segunda à Quinta 8h às 18h / Sexta 8h às 17h