Rua Lila Borja, 10 - Bairro Heliópolis - Belo Horizonte/MG CEP: 31741-605 (31) 3273-2486

A Internet das Coisas dentro das empresas: é possível?

Internet das coisas
14

ago 2019

Por:Via Networks
Dicas | Inovação | Saiba mais

A Internet das Coisas é um conceito que está presente na maioria das listas de tendências tecnológicas. É não é para menos. A conectividade e o potencial de automação abrem um horizonte animador de muitas possibilidades no ambiente corporativo e industrial.

Neste artigo você vai entender melhor o que é Internet das Coisas e que impacto esse ecossistema pode ter sobre as organizações.

O que é e como funciona a Internet das Coisas na prática?

Internet das Coisas, ou IoT (Internet of Things, em inglês) não é uma tecnologia, mas sim um conceito que se apropria de diversos softwares e dispositivos para criar um ecossistema no qual todos os elementos estão conectados à rede e entre si. Por trocarem dados, eles podem trabalhar em sincronia, coletando, armazenando e enviando informações simultaneamente.

Por via de regra, qualquer objeto pode se conectar à rede, seja a fechadura de uma porta, seja uma geladeira. Dessa forma, uma porta poderia ser destrancada assim que você se aproxima dela, por reconhecimento facial ou via aplicativo.

Essa é uma aplicação simples, mas níveis mais altos de complexidade agregadas à inteligência artificial aumentam substancialmente o potencial de impacto não só no cotidiano das pessoas, mas também nos processos corporativos e fabris.

Qual o impacto da IoT na rotina de uma empresa?

Maior eficiência entre pessoas e máquinas

O conceito básico da IoT é a comunicação. Ao interagirem entre si e com humanos, o potencial de automação se intensifica. Imagine que em uma gráfica, impressoras e estoques consigam mensurar automaticamente a quantidade de papel e tinta disponível, fazendo projeções exatas sobre necessidades de reposição, até mesmo entrando em contato automaticamente com fornecedores para suprir a demanda.

Ambiente mais seguros e confortáveis

Roupas inteligentes podem coletar dados do ambiente e da saúde do trabalhador para avaliar se as condições de trabalho são adequadas para a relação de serviços. É possível, por exemplo, que EPIs alertem operadores sobre a presença de toxinas no ambiente.

Dentro do loca de trabalho, câmeras IP e sensores podem calcular o número de pessoa no ambiente e ajustar o termostato conforme a necessidade. Níveis de luminosidade também podem ser acertados para tornar o ambiente mais confortável e adequado a cada ocasião.

Aumento da produtividade

Dispositivos coletando dados por todo o ambiente de trabalho ajudarão os colaboradores a encontrarem mais oportunidades e métodos para aprimorarem suas tarefas. Por exemplo, óculos de realidade aumentada podem ler códigos QR em embalagens e informar o usuário onde a mercadoria precisa ser armazenada dentro de um estoque.

No mesmo setor, também é possível o dispositivo exibir uma lista com os itens que devem ser coletados do estoque e dar baixa assim que a câmera dos óculos ler o código do produto.

Essa mesma tecnologia pode ser aplicada em operações de manutenção. O visor do vestível exibe um passo a passo de como executar uma tarefa de inspeção, como um checklist, sem a necessidade de preencher papeladas.

É inegável o grande impacto positivo que a Internet das Coisas tem e ainda terá sobre os negócios. No entanto, para funcionarem adequadamente, esses dispositivos necessitam de uma boa infraestrutura de TI. Para isso, é necessário contar com um parceiro que garanta a qualidade da sua rede.

Saiba como a Via Networks pode auxiliar você nesse projeto. Entre contato com nossos especialistas e tire suas dúvidas!

Guia da Indústria 4.0

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Lila Borja, 10 - Bairro Heliópolis - Belo Horizonte/MG CEP: 31741-605

(31) 3273-2486

contato@via.eng.br

Segunda à Quinta 8h às 18h / Sexta 8h às 17h