Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180 (31) 3273-2486

Cabeamento Estruturado: o que é mais Indicado para Hospitais?

Cabeamento estruturado para hospitais
01

Oct 2018

Por:Elaine Cabral
cabeamento estruturado | Hospitais

A TI (Tecnologia da Informação) está cada vez mais presente nas clínicas e hospitais de todo o mundo. Enquanto descobertas científicas avançam para o diagnóstico, tratamento, qualidade de vida e cura de diversas patologias, a tecnologia aplicada a hospitais e clínicas também evolui rapidamente.

Todo esse avanço representa uma verdadeira revolução na área hospitalar. Em se tratando da gestão de pessoas e recursos, as inovações asseguram um atendimento mais dinâmico e assertivo para a alocação precisa de profissionais em cada área, gerando produtividade e consequente redução de custos.

Os prontuários digitais podem estar sempre ao alcance das mãos, com integração de todas as áreas e com níveis de permissões parametrizadas para cada nível de usuário. Com investimentos em infraestrutura e utilizando equipamentos de última geração, diversos recursos tecnológicos já estão disponíveis no Brasil, tais como: Telecirurgias, Telemedicina, Cirurgia Robótica, Monitoramento remoto dos pacientes, dentre outros.

A TI trouxe também grandes inovações ao sistema de controle de acesso, segurança patrimonial e agilidade nas decisões estratégicas. Para assegurar acesso rápido e seguro às informações bem como a conexão segura de todos os equipamentos, é imprescindível o investimento em conectividade de qualidade e à prova de futuro.

O cabeamento estruturado para hospitais

A solução de cabeamento estruturado para hospitais e clínicas precisa considerar todos os progressos tecnológicos em sua concepção, uma vez que necessita de alta performance e elevado grau de confiança para suprir toda essa demanda. Além de toda tecnologia já atualmente utilizada, é relevante considerar o surgimento do que ainda está em desenvolvimento, seja para a gestão hospitalar, seja para atendimento ao paciente.

Ao especificar o cabeamento estruturado para hospitais se faz necessário prever a solução para atender às necessidades que surgirão em breve, suportando as crescentes necessidades de largura de banda.

Quais as melhores soluções?

As soluções metálicas para o cabeamento estruturado indicadas para hospitais e clínicas são: Cat.6 e Cat.6A. Já estão disponíveis no mercado as soluções Cat. 7, Cat. 7A e Cat.8. No entanto, estas categorias possuem uma elevada taxa de ocupação na infraestrutura onerando o custo e o tempo de sua instalação. Categorias inferiores não são mais recomendadas para novas instalações por não suportarem a velocidade demandada na atualidade.

Todo o cabeamento estruturado metálico é limitado a distância máxima de 90 metros (mais 10 metros para cabos de manobra chamados de patch cords). No limite da distância velocidade máxima é de 10 Gbps.  A taxa de ocupação aumenta conforme a categoria da rede, uma vez que aumentam as bitolas e as características construtivas do cabo. Todos estes cabeamentos metálicos indicados, sendo de marca de referência, com garantia do instalador e do fabricante, suportam hoje a solução de cabeamento estruturado para hospitais.

O que considerar na escolha?

Ao tomador de decisão é relevante considerar a velocidade atual de tráfego bem como a velocidade dos equipamentos prestes a serem lançados, previstos para rodarem a 40 GB. Considerando os aspectos de longevidade, velocidade, segurança e sustentabilidade o cabeamento estruturado para hospitais e clínicas indicado é o sistema em fibra óptica GPON (Gigabit Passive Optical Network). Por ser esta uma solução 100% em fibra óptica é classificada como à prova de futuro porque considera o que ainda estar por vir para os próximos 20 anos. A rede GPON permite alimentar até 128 usuários com uma única fibra óptica. Em caso de implantação em um hospital já em funcionamento, a rede GPON é a que menos interfere na rotina, por requerer pouco espaço físico e o mínimo de infra estrutura.

Outro grande benefício a ser considerado é que a rede GPON dispensa a necessidade de salas específicas para data center, gerando maior produtividade ao hospital que pode destinar esse espaço a outra finalidade.

Tendo nos hospitais as premissas básicas segurança e bem estar de seus pacientes, a rede GPON instalada elimina o risco de incêndio que podem ser provocados por equipamentos em forros ou sujeitos a descargas elétricas. Além disso os cabos ópticos utilizados possuem baixíssimo grau de flamabilidade e em caso de combustão não produzem fumaça tóxica.

No que tange ao uso sustentável dos recursos não renováveis e respeito ao meio ambiente, o cabeamento em fibra óptica GPON reduz o consumo de energia na ordem de até 70% e consome apenas 1/3 de matéria prima (comparado às redes convencionais)

Belo Horizonte já possui um hospital totalmente instalado com tecnologia GPON Laserway da Furukawa implementada pela Via Network, empresa mineira especializada em cabeamento e tecnologia, entregue com garantia de 25 anos, emitida pelo fabricante.

Gostou de saber mais sobre cabeamento estruturado para hospitais? Baixe o e-book Tudo que você precisa saber ao contratar uma empresa de Infraestrutura de TI e tire as suas dúvidas sobre esse tema também.

O que você precisa saber ao contratar uma empresa de infraestrutura de TI - Via Networks

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180

(31) 3273-2486

contato@via.eng.br