Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180 (31) 3273-2486

Cabeamento em bens tombados: saiba como fazer

07

Jan 2019

Por:Elaine Cabral
Dicas

Cidades históricas atraem multidões de turistas que fomentam cada vez mais o comércio local e promovem o crescimento econômico e social. Nesse momento, o passado e o presente enfrentam o seguinte conflito: como fazer um novo cabeamento em bens tombados preservando suas características originais?

No Brasil, o órgão responsável por determinar regras sobre como essas intervenções devem ser feitas é o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Entenda mais sobre como funcionam as normas para esses tipos de projetos e de que maneiras essas intervenções podem ser feitas de forma prática!

O que dizem as normas do Iphan?

A Portaria 420/2010 criada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) determina uma série de restrições e procedimentos que devem ser seguidos ao avaliar a autorização de reformas e demais intervenções em edifícios tombados, e também no seu entorno.

Assim, qualquer alteração na infraestrutura e no visual desses bens deve levar em conta pelo menos 5 princípios.

Prevenção

Este princípio determina que qualquer projeto em bens tombados precisa definir ações preventivas para evitar o avanço de danos que comprometam a integridade dos bens culturais, o que inclui perdas físicas e de autenticidade, fragmentação, degradação ou desfiguração.

Planejamento

Todo projeto precisa contar com um planejamento rigoroso por meio de profissionais técnicos qualificados que saibam aplicar as metodologias e os recursos adequados para a execução.

Proporcionalidade

A intervenção proposta precisa ser condizente com as necessidades do edifício ou bem. Por exemplo, até que ponto o responsável técnico poderá alterar a infraestrutura para instalar um cabeamento em bens tombados? Qual o limite para uma modificação estética?

Fiscalização

É preciso garantir que a intervenção ocorra conforme o que foi aprovado no projeto por meio de um monitoramento constante.

Informação

O responsável pelo projeto precisa informar ao Iphan todos os dados sobre as obras realizadas. Isso porque a intervenção pode levantar descobertas e detalhes antes históricos antes ausentes nos registros.

Como fazer o cabeamento em bens tombados seguindo as regras?

Conhecer os princípios e o tipo de projeto realizado é importante para definir o tipo de autorização que será solicitado.

Por exemplo, instalar um novo tipo de cabeamento em bens tombados para atualizar as instalações elétricas pode ser caracterizado como uma reforma simples, uma vez que não há acréscimo ou supressão de áreas. No entanto, se o projeto prevê a necessidade de escavações para a instalação do cabeamento, então caracteriza-se como uma intervenção.

Então, conheça algumas das principais práticas!

Planejamento adequado com diferentes profissionais

A tarefa de intervir na infraestrutura de um edifício histórico é, muitas vezes, multidisciplinar. Isso quer dizer que o ideal é envolver profissionais de diferentes áreas.

Por exemplo, se há a necessidade de perfurar ou impor pressões em paredes, é importante que arquitetos restauradores participem, uma vez que essas construções antigas são mais frágeis e possuem um esquema estrutural diferenciado.

Cabeamento subterrâneo

A vantagem do cabeamento subterrâneo é que ele não descaracteriza a estética local. Isso é mais comum em ambientes abertos, como em ruas históricas.

Em alguns casos, valas foram abertas nas ruas de centros históricos para a passagem do cabeamento de energia e de fibra óptica para atender às necessidades de residências, comércios e dos próprios bens tombados.

Pela complexidade da operação de recomposição após as instalações, geralmente trabalham-se com diferentes profissionais, como arquitetos, engenheiros e até geólogos.

Uso de conduletes

Quando falamos na parte interna para o cabeamento em bens tombados, o uso de conduletes em alumínio ou PVC são ótimas alternativas. Eles são instalados na parte externa das paredes e ficam à vista. Esse cuidado, porém, garante a integridade do revestimento original.

Projetos de cabeamento em bens tombados são sempre um desafio. Trata-se de intervenções que exigem bastante planejamento e atenção. No entanto, asseguram o respeito e a preservação da memória de toda uma comunidade.

Saiba mais sobre como encontrar profissionais qualificados para prestar esse tipo de serviço. Confira nosso e-book sobre contratação de empresas de infraestrutura de TI!

 

CTA Via

 

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180

(31) 3273-2486

contato@via.eng.br