Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180 (31) 3273-2486

Entenda as especificações e vantagens do cabo CAT8!

Entenda as especificações e vantagens do cabo CAT8! Via Networks
17

Dec 2018

Por:Via Networks
cabeamento estruturado | Dicas

Até pouco tempo, existiam apenas cabos de categorias de 1 a 7. Recentemente, O cabo CAT8 foi aprovado pelo Subcomitê de Cabeamento em Cobre TIA TR-42.7, o que levanta uma série de especulações e questionamentos sobre suas aplicações e especificações.

Embora os cabos CAT5e E CAT6 sejam os mais amplamente usados como soluções de rede de cobre, a expansão das redes ópticas continua acelerada, exigindo cabos de cobre que suportem um tráfego de dados cada vez maior. Por esse motivo, o CAT8 é tido como a futuro do cabeamento de par trançado, embora ainda esteja em desenvolvimento.

Saiba mais sobre as características desse tipo de cabeamento e conheça suas vantagens!

Entenda mais sobre o CAT8

Conforme a norma ANSI/TIA-568-C.2-1, o cabeamento categoria 8 disponibiliza no mercado um sistema capaz de suportar taxas de transmissão Ethernet de 25G ou 40G, em uma ligação de até 30 metros. Sendo assim, suas aplicações são direcionadas a servidores. Ele é compatível com a CAT 5e, 6 e 6a, o que inclui o RJ45.

O cabo CAT8 apresenta um desempenho de transmissão de até 2 GHz. Isso chega a ser 4 vezes maior do que a categoria 6a, que possui uma frequência máxima especificada de 500 MHz.

Esses cabos não necessitam de energia para funcionar em curtas instalações para aplicações BSGB-T/40GBASE-T. Comparativamente, a potência demandada para transmitir de 10GBASE-T para 100 metros é a mesma para transmitir 40G para 30 metros.

Saiba os diferenciais

 

Frequência de transmissão

Quando falamos em diferenciações entre as categorias, apontamos basicamente para a frequência em que o sinal é transmitido ao longo do cabo. Veja só:

  • CAT5: frequências de até 100 MHz;
  • CAT6: a 250 MHz;
  • CAT6a: 500 MHz;
  • CAT7: 600 MHz;
  • CAT7a: 1000 MHz, ou 1 GHz;
  • CAT8: 2000 MHz, ou 2 GHz.

Certamente, existem variações nesses valores, conforme o fabricante. Mas essas são frequências recomendadas.

Aplicações

O cabo CAT8 foi elaborado para atender a elevados níveis de desempenho. Assim, sua aplicação, limitada a 30 metros, é projetada para suportar a conexão de servidores para acesso-switch. Nessa distância, será também suficiente para atender a interconexão entre gabinetes ou racks em um centro de dados.

Blindagem

Diferentemente dos cabos de categoria 5 e 6a, que eram formados com cabos trançados não blindados, o CAT8 exige uma blindagem, provavelmente no padrão 22AWG S/FTP. O cabo FTP usa quatro pares de fios trançados envoltos em folha metálica para evitar ruídos. Devido à sua alta frequência, há o risco de crosstalk ou diafonia com cabos próximos.

Assim, será necessário fazer testes de interferência para garantir a qualidade da transmissão. É importante também que o profissional siga todas as normas para a instalação, fazendo a terminação dos conectores e o aterramento de modo adequado.

As especificações do cabo CAT8 ainda está sendo desenvolvida e, como vimos, seu foco está no suporte a data centers. No entanto, a entrada dessa categoria no mercado é totalmente justificável, tendo em vista a crescente demanda por cabos de alto desempenhos em transmissão de dados.

Gostou do conteúdo? Então curta nossa página no Facebook e continue acompanhando nosso blog para não perder nossas postagens!

 

CTA Via

 

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Caldas da Rainha, 806 Bairro São Francisco BH/MG CEP 31.255-180

(31) 3273-2486

contato@via.eng.br